Projeto pretende transformar o São João de Ibicuí em sustentável

Ibicuí FOTO CRISTIANE CRISTOFARIConsiderado um dos destinos mais procurados durante os festejos juninos, a cidade de Ibicuí atraiu este ano uma média diária de 15 a 20 mil pessoas na praça Régis Pacheco, com atrações que homenagearam o centenário Luiz Gonzaga - o Rei do Baião – e os 50 anos da banda Lordão. Apesar de ser um grande gerador de emprego e renda para o município, os recursos não são suficientes para que o Poder Público Municipal mantenha a tradicional

Festa de São João. Por conta disso, será apresentado no mês de agosto desse ano o Projeto "Sustentabilidade do São João de Ibicuí" em parceria com representantes da sociedade civil local, Amurc e Sebrae.

O projeto está sendo elaborado pelo coordenador executivo da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano (Amurc), LucianoLuciano Veiga FOTO JOSEVALDO LINO Robson Rodrigues Veiga e teve seu início através do estudo de diagnóstico realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que em 2011 detectou a importância do evento para o fortalecimento da cultura regional. O estudo pontuou a festividade junina como a maior força econômica, chegando a superar até investimentos gerados pelo setor agropecuário no município.

De acordo com Luciano, a iniciativa contempla o envolvimento de representantes da sociedade civil organizada, tais como: associações, blocos juninos e o Poder Público Municipal para que possam ser viabilizadas alternativas para a manutenção do tradicional São João de Ibicuí. "O projeto é de suma importância para município e poderá servir de modelo para outros prefeitos. Além disso, estaremos envolvendo também parceiros como as Secretarias de Turismo e Cultura do Estado da Bahia".

Tradição

Presidente da Amurc e prefeito de Ibicuí Cláudio DouradoAssim como em edições anteriores, o prefeito Cláudio Kalil Dourado, que também preside a Amurc, tem investido na valorização de atrações regionais, como uma das alternativas para um São João Sustentável. O resultado deste ano foi a praça Régis Pacheco lotada entre os dias 21 e 24 de junho, sendo que a cidade chegou a reunir entre 15 a 20 mil pessoas em todos os dias dos festejos, sem nenhum registro grave de ocorrência policial.

Tanto no circuito da festa na praça, como entre os blocos tradicionais era comum encontrar pessoas de outras cidades baianas, bem como de outras regiões do país. Para o prefeito de Ibicuí, a festança deste ano superou as expectativas das edições anteriores, mas levantou a necessidade de desenvolver um São João Sustentável visando desonerar o Poder Público Municipal. "Nós temos buscado o apoio das entidades de classe e representantes da sociedade local organizada, pois a prefeitura sozinha não tem condições sustentar o São João de Ibicuí", esclareceu Cláudio.

 

 

 

AMURC
Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia

(73) 3613-5114
Rua Almirante Tamandaré, 405 - Duque de Caxias
Itabuna - BA, 45600-741 

© Copyright 2018 AMURC  | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: logo oxente n