Programa Cidades Sustentáveis será apresentado no Seminário Novos Gestores, da AMURC

Programa Cidades Sustentáveis

O Programa Cidades Sustentáveis será apresentado pelo Instituto Nossa Ilhéus (INI) aos 42 prefeitos eleitos, além de  assessores e secretários(as) dos municípios das regiões Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia, durante o Seminário Novos Gestores Públicos, realizado pela Associação dos Municípios da Região Cacaueira (AMURC). O evento acontece dias 22 e 23 de novembro, no Auditório do Hotel Aldeia da Praia, em Ilhéus.

Continue Lendo

Desenvolvimento local será debatido em Seminário de prefeitos no Sul da Bahia

Claudiana Figueiredo FOTO JORNAL BAHIA ON LINE

Fomentar o desenvolvimento das economias nos próprios municípios com o objetivo de gerar trabalho, emprego e renda é um dos desafios para os novos prefeitos que tomarão posse em janeiro de 2017. Está e outras temáticas serão discutidas no “Seminário Novos Gestores Públicos”, dias 22 e 23 de novembro, no auditório do Hotel Aldeia da Praia, em Ilhéus. 

Continue Lendo

Secretaria de Saúde de Ilhéus alerta para fim do prazo de vacinação contra a gripe

Prazo será encerrado em 22 de maio e não haverá prorrogação, segundo o Ministério da Saúde

Dia D de vacinação encerra nesta sexta-feira dia 22 - Foto Gidelzo Silva
A Secretaria de Saúde (Sesau) de Ilhéus alerta a população alvo da campanha de vacinação contra a gripe para a importância de se imunizar e para o fim do prazo, que se encerra nesta sexta-feira, 22. De acordo com a supervisora de Imunização da Sesau, Walkíria Cardeal, devem receber a dose crianças na faixa entre 6 meses e 5 anos incompletos, idosos, trabalhadores da saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, presos e funcionários do sistema prisional.

Também serão vacinadas pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com condições clínicas especiais. Neste caso, é preciso levar uma prescrição médica especificando o motivo da indicação da dose. Pacientes que participam de programas de controle de doenças crônicas no Sistema Único de Saúde devem procurar os postos onde estão cadastrados para receber a dose, sem necessidade da prescrição médica.

Iniciada em 4 de maio, a campanha promoveu, no último dia 9, em Ilhéus, o chamado "Dia D". O trabalho, que aconteceu das 8 às 17h, em 19 postos e unidades de saúde da cidade, imunizou 4.680 pessoas. O Ministério da Saúde informou, nesta segunda-feira, 18, que ainda é baixo o número de pessoas imunizadas. O órgão federal também alertou que não haverá prorrogação da campanha, como aconteceu em anos anteriores.

Desde o dia nove, os postos de saúde da zona rural do município também oferecem a imunização. Além de todos os postos do perímetro urbano, as doses estão disponíveis nas localidades rurais de Aritaguá, Sambaituba, São João, Campinhos, Urucutuca, Vila Olímpio, Ribeira das Pedras, Banco Central, Banco do Pedro, Carobeira e Castelo Novo.

Postos - Walkíria Cardeal chama atenção para o fato de que vários postos e unidades de saúde seguirão realizando o trabalho de imunização: Cae III (antigo Sesp), manhã e tarde; PSF (Programa Saúde da Família) da Conquista, tarde; Herval Soledade, manhã; PSF do Nelson Costa, manhã e tarde; PSF do N. S. da Vitória, manhã; Olivença, manhã; PSF do Iguape, manhã e tarde; Sarah, manhã e tarde; Dr. Euller Ázaro (Teotônio Vilela), manhã e tarde; Banco da Vitória, tarde; e Vila Cachoeira, manhã.

Secretaria de Comunicação Social – Secom

Cultivo Intensivo do Cacau no Brasil é tema de palestra no Rotary Clube de Ilhéus

O Rotary Clube de Ilhéus promoveu na última quinta – feira, uma palestra sobre o "Cultivo Intensivo do Cacaueiro no Brasil", para membros rotarianos e convidados, no Iate Clube da Cidade. O pesquisador da CEPLAC/CEPEC, José Basílio Leite, destacou a importância das novas tecnologias no processo de cultivo e viabilidade da produção das lavouras cacaueiras.

Crédito Meire Borges 1

A palestra foi realizada com o objetivo de identificar novos modelos de produção e manejo do cacau, como a modernização dos sistemas de produção e o cultivo mecanizado. "Nossa intenção é trazer para os empresários e produtores as novas tecnologias de ponta, que permita a modernização das lavouras tradicionais e atrair novos investidores", diz Basílio Leite.

Crédito Meire Borges 02

José Augusto Andrade, Presidente do Rotary Clube de Ilhéus, ressaltou a importância do investimento de novas tecnologias para o aumento de produção do cacau no interior baiano, "A Bahia já foi uma das maiores produtoras de cacau do mundo, devemos investir nas pesquisas e na construção de um modelo resistente as doenças e pragas nas lavouras e estimular o crescimento da produção do fruto no sul da Bahia".

Crédito Meire Borges 3

Atualmente, o Brasil possui cerca de 560 mil hectares cultivados nas diferentes regiões do país, sendo que o Sul da Bahia possui produtividade média/ ano de 348 quilos. Com as novas tecnologias de produção e manuseio a estimativa é que os produtores do sul baiano alcance até 3.000 quilos/ ano. Basílio Leite relata ainda que essa baixa produtividade, é o resultado de diversos fatores econômicos, ambientais, sociais e principalmente agronômicos.

Crédtio Meire Borges 4

Segundo Basílio, a CEPLAC vem pesquisando há seis anos na região dos tabuleiros costeiros do extremo sul e em outras regiões não tradicionais de cultivo, assim como em outros estados para validar o manejo intensivo de produção, o qual apresentaram resultados promissores, superior a 3 mil toneladas ano, demonstrando assim, que já existe tecnologia disponível para uma produção maior de cacau no país.

O Novo Modelo de Produção de Cacau (NMPC) é formado basicamente pelo cultivo a pleno do sol ou consorciado, com fertirrigação, em áreas mecanizáveis, com climas desfavoráveis às principais ameaças fitossanitárias do cacaueiro.

O NMPC adota um alto nível tecnológico com o intuito de elevar o nível de uniformidade dos plantios, com o planejamento, mecanização, preparo e manejo do solo, mudas de qualidade, irrigação, fertirrigação, podas, clones, controle de pragas, doenças, colheita e beneficiamento.

A Ceplac implantará ainda esse ano, uma unidade demonstrativa desse modelo na sua sede regional com objetivo de divulgar e capacitar técnicos e produtores com as novas tecnologias.

De acordo com Basílio, a produção do cacau no Brasil ainda passa por grandes desafios para tornar a atividade viável, produtiva economicamente e adaptar as tecnologias ao cultivo do interior baiano, "Esperamos que esse novo modelo de produção intensiva, promova uma lavoura uniforme que possibilite respostas de produtividade, tanto para os empresários, como para os cacauicultores, substituindo o modelo tradicional de cultivo", conclui.

Prefeito de Ilhéus discute, em Brasília, investimentos no Porto e a reativação do moinho

Jabes Ribeiro ouviu do diretor da Codeba, José Muniz Rebouças, que a fase burocrática necessária para a reativação do moinho já foi superada.

ft1O prefeito Jabes Ribeiro em visita  a Brasília, acompanhado do vice-governador João Leão, do ministro Edinho Araújo, e o deputado Ronaldo Carletto. Foto Secretaria dos Portos.

O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, esteve em Brasília, nesta terça-feira, 14, onde se reuniu com o ministro da Secretaria dos Portos da Presidência da República, Edinho Araújo, acompanhado pelo vice-governador e secretário de Planejamento da Bahia, João Leão, e do deputado federal Ronaldo Carletto. No encontro, as autoridades trataram de investimentos no porto e a reativação do moinho de Ilhéus.

A reativação do moinho já foi autorizada pela Secretaria Nacional dos Portos. Foto Roberto Santos 1
A reativação do moinho já foi autorizada pela Secretaria Nacional dos Portos.

De acordo com prefeito, o Porto do Malhado necessita de uma obra de ampliação de seu calado, que hoje tem cerca de dez metros. A medida permitiria a atracação de embarcações de grande porte, além de garantir a atração de maior volume de cargas ao terminal. "Ilhéus tem uma série de cargas que podem ser escoadas pelo porto do Malhado. Esses navios, objetivamente, precisam de um porto com calado maior", disse. As reivindicações foram recebidas com atenção pelo ministro Edinho Araújo.

Porto de Ilhéus-foto Gidelzo Silva Secom-IlhéusPorto de Ilhéus-foto Gidelzo Silva Secom-Ilhéus

Moinho – Ainda em Brasília, o prefeito tratou da reativação do moinho de Ilhéus, determinada pela Secretaria dos Portos, quando o baiano César Borges ainda ocupava o cargo de ministro da pasta. A autorização foi dada por meio de portaria assinada no dia 24 de dezembro de 2014, que também determinou que a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), órgão responsável por administrar as áreas públicas portuárias do Estado, realizasse o processo licitatório para exploração da área.

Na terça-feira, 14, o prefeito recebeu ligação telefônica do Diretor-Presidente da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), José Muniz Rebouças, que assegurou ao gestor que a parte burocrática que precede a assinatura da ordem de funcionamento do moinho já foi superada. Assim, Ribeiro acredita que, em breve, o equipamento voltará a operar. A proposta de reativação do moinho é discutida desde março de 2014.

A estimativa levantada pela administração municipal é de que os empresários interessados no moinho realizem investimentos de cerca de 36 milhões de reais para a sua reativação. Segundo o prefeito Jabes Ribeiro, em funcionamento, além de atrair empresas e investidores, o equipamento deve gerar de 100 a 150 empregos diretos.

Secretaria de Comunicação Social – Secom.