Notícias

Destacar cada vez o potencial turístico de Itacaré para atrair o visitante para a cidade assim que a pandemia passar, mostrando as belezas da natureza, cachoeiras, esporte, aventura, oceano, cacau, chocolate, história, cultura, gastronomia, sol e praia somado a diversidade de cores, sons, sabores fazem do município um destino completo. Esse é o objetivo da campanha Novas Rotas, lançada pela Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo Itacaré, com peças criativas e imagens deslumbrantes que tem o objetivo de acompanhar as novas tendências do mercado pós pandemia e o novo comportamento do viajante que busca os segmentos do turismo rural, turismo de natureza, bem-estar, ecoturismo, turismo de aventura e turismo gastronômico.

canoas.jpeg

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, informou que a ideia é aproveitar esse período em que as pessoas já estão planejando suas viagens para quando a pandemia passar e mostrar as potencialidades que fazem de Itacaré um destino completo onde cada visitante pode escolher a sua rota turística, respirar, viver, curtir a cidade. “Em meio à crise sempre tem oportunidades e acreditamos que o turismo de natureza é a grande tendência. Itacaré mais uma vez sai na frente com novos produtos turísticos para uma retomada forte do Turismo” disse o prefeito António de Anízio.

E um dos destaques é a Rota do Esporte e Aventura. Com belas imagens e vídeos a campanha mostra como e onde praticar diversos esportes náuticos como stand-up paddle, canoagem, canoa havaiana, jet-ski, surf, caiaque e muito mais. No distrito de Taboquinhas, as dicas são para a prática do rafting e do rapel na Cachoeira do Noré. Já o circuito de arvorismo é considerado um dos mais belos do Brasil, com tirolesas com vistas panorâmicas atravessando a mata e o mar, mountain bike, kite surf, sem falar no surf para todas as idades.

CAMPANHA - Os símbolos das Novas Rotas turísticas dão o tom da campanha – Rota Turística das Cachoeiras, Rota Natureza, Rota do Cacau & Chocolate, Rota do Esporte & Aventura, Rota Oceânica, Rota da História & Cultura, Rota do Sol e Praia, criadas a partir da logomarca Itacaré – Um Destino Completo.

A campanha conta com as logomarcas, cards feed e estoires para posts nas redes sociais, e-mails marketing e vídeos. São um total de 10 vídeos produzidos para campanha que começa com o vídeo apresentando todas as novas rotas turísticas, em seguida vídeo de cada rota turística e por último o vídeo com os protocolos de segurança para a retomada do turismo de Itacaré, dando forma e voz a campanha. As imagens retratam os novos produtos turísticos de Itacaré e sintetizam o senso de ação, colaboração e união em prol de Itacaré.

Segundo o secretário de Turismo de Itacaré, Júlio Oliveira, a campanha destaca o turismo de experiência e segurança, uma variedade de opções - para relaxar ou curtir, aproveitar a natureza ou a praia - são apelos ainda mais decisivos para despertar nas pessoas o desejo pelas experiências que cada Rota Turística pode proporcionar e apresentar Itacaré pós pandemia para todos. “Mais do que uma ação coletiva para a promoção das novas rotas turísticas de Itacaré, essa campanha é sobre sentimento de pertencimento e união, e para que, unidos o poder público e trade turístico sejam ainda mais fortes para incentivar a retomada do turismo” afirma o secretário.

WhatsApp Image 2020-07-08 at 12.30.54 (2).jpegWhatsApp Image 2020-07-08 at 12.30.54 (3).jpeg

WhatsApp Image 2020-07-08 at 12.30.57.jpeg

WhatsApp Image 2020-07-08 at 12.30.57 (1).jpeg

WhatsApp Image 2020-07-08 at 12.30.54.jpeg

WhatsApp Image 2020-07-08 at 12.30.54 (1).jpeg

WhatsApp Image 2020-07-08 at 12.30.53.jpeg

WhatsApp Image 2020-07-08 at 12.30.53 (1).jpeg

 

A Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc) foi representada nesta terça-feira, 7, pelo secretário executivo, Luciano Veiga, no lançamento virtual do programa Amana, que foi elaborado pelos departamentos da Universidade Estadual de Santa Cruz - Uesc, com o objetivo de implementar ações conjuntas, visando a retomada da economia em 43 municípios da região, após a crise instalada pelos efeitos do Coronavírus.

WhatsApp Image 2020-07-07 at 10.42.27.jpeg

Segundo o professor Gustavo Joaquim Lisboa, que integra a comissão de coordenação do programa, a iniciativa prevê a disseminação de informações e ações de extensão através de cursos, capacitações, consultorias e assessorias para os segmentos públicos e privados, destinados ao seguinte público alvo: pessoas físicas, empreendedores informais, micro e pequenas empresas e gestores públicos municipais.

O Reitor Alessandro Fernandes de Santana ressaltou a importância fundamental das instituições parcerias para o desenvolvimento do programa Amana. Ele citou o exemplo da Amurc, com quem tem promovido ações conjuntas através do Programa de Apoio Gerencial e Institucional às Prefeituras do Território Litoral Sul - Agir-LS, desde 2011, e que hoje, soma 11 fóruns de secretários municipais das diversas áreas da gestão pública.

Ao mesmo tempo, o reitor destacou que a universidade tem ampliado o seu leque de atuação e ação para servir a sociedade, e contribuir para o desenvolvimento econômico da região. Recentemente, a instituição remodelou um dos laboratórios e está fazendo o teste do Coronavírus, com o objetivo de desafogar a realização de testes pelo Lacen. De 40 testes/dia, a Uesc passará a realizar 200 diários, com aquisição recente um extrator.

“Em uma crise tão difícil, a Uesc vem mostrar uma palavra de esperança e de incentivo. Todos nós seremos capazes de unir esforços e o protagonismo é de todas as instituições”, ressaltou o reitor, que fez um convite aos prefeitos dos 43 municípios envolvidos no projeto, no sentido de fornecer uma sala para que a universidade possa realizar todas as ações de pesquisa e extensão no próprio município.

O secretário executivo da Amurc, Luciano Veiga representou o presidente da Amurc, que também é prefeito de Firmino Alves, Aurelino Cunha, e ressaltou a importância da Uesc na luta contra o Coronavírus, “a coragem da Uesc na linha de frente para compor um cenário de participação de especialistas para avaliar melhor momento para a retomada das atividades econômicas".

Parceiros

      Juntamente à Amurc, a Uesc contará com a parceria de: Governo do Estado, Bahiagás, Caixa Econômica Federal, Associações Comerciais de Itabuna e Ilhéus, Ceped, Sebrae e todas as prefeituras da região.

WhatsApp Image 2020-07-07 at 10.38.22.jpeg

Durante uma reunião remota nesta segunda-feira, 29, representantes de instituições parceiras ligadas as universidades, estadual e federal do Sul da Bahia apresentaram ao prefeito de Itabuna, Fernando Gomes e à equipe de governo, os protocolos e as recomendações técnicas a serem seguidas pelo município ao optar pela abertura segura de estabelecimentos do comércio, da indústria e de serviço da cidade.

Reunião com representantes do município e entidades comerciais.jpg

           O plano de contingência da COVID-19 em paralelo aos protocolos técnicos contempla a análise científica do atual índice de isolamento das pessoas na cidade, que está em 38%, do ritmo de contaminação, que está em 1,28 e precisa ser trazida para abaixo de 1, além de outros parâmetros que necessitam ser monitorados e divulgados diariamente. Os dados foram apresentados pela equipe técnica da Uesc e UFSB, que apontaram a necessidade de envolvimento de todos os segmentos representados para o acompanhamento de uma possível abertura do comércio.

Ainda segundo o estudo, se faz necessária a testagem ativa, documentada e planejada dos segmentos, o controle de clientes no interior dos estabelecimentos através de aplicativos, o lockdown em bairros com maior índice de contágio, o retorno ampliado e com limitação de passageiros por unidade da frota de transporte coletivo, a ampliação dos leitos de UTIs do Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães (Hblem), a abertura de abrigos Covid, análise diária dos dados com revisão semanal e a necessidade da população obedecer às medidas de prevenção.

Dentre as recomendações foi destacada a necessidade de Itabuna ter o comitê de crise estruturado, visando debater e definir ações. Ao mesmo tempo, torna-se necessário a criação de subcomissões técnicas, a partir do engajamento social de técnicos da saúde, educação e comunicação; reunir responsáveis por estruturar o plano com técnicos de saúde, educação, assistência social, agricultura, desenvolvimento sustentável, fazenda e transporte.

Num segundo ciclo, a proposta visa contemplar o sistema de saúde e economia, mobilidade urbana e bem-estar. A capacidade instalada desses setores vai convergir com os princípios de comunicação e transparência, a partir de ferramentas estratégicas, a abordagem zoneada através da definição de medidas de retomada por zona da cidade e o engajamento social com a adesão da população às restrições sociais com o envolvimento de vários setores da sociedade.

No que diz respeito à avaliação de risco na mudança de fase, foi apresentado o Instrumento para apoio à tomada de decisão na resposta à pandemia da Covid-19 na esfera local para ser aplicado em Itabuna. A análise deverá ser feita a partir de um conjunto de indicadores que avaliará as ameaças e vulnerabilidades do sistema de saúde no âmbito local, relacionadas à capacidade de atendimento e cenário epidemiológico.

A avaliação de risco deve ser realizada semanalmente pelo gestor local, enquanto estiver declarada a Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN), levando em consideração o compartilhamento da rede de atenção à saúde. Orienta-se que uma reavaliação semanal seja realizada para estimar o quanto a adoção da medida foi eficaz para a redução do risco. Caso o risco tenha aumentado, deve-se adotar uma medida de distanciamento social mais rigorosa. Caso o risco tenha reduzido, deve-se adotar a medida de distanciamento social imediatamente anterior à que foi adotada.

Reiterou-se que a decisão da flexibilização do isolamento social, com a retomada de atividades econômicas em fases escalonadas será de decisão do Chefe do Executivo, cabendo a este grupo contribuir com informações técnicas que resulte na mitigação dos riscos. Importante o entendimento, pactuação e cumprimento das recomendações antes de tomada de decisão da reabertura das atividades econômicas não essenciais, para melhor garantia do efeito positivo do ato.

Participaram da reunião, representantes das seguintes instituições: Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Associação dos Municípios da Região Cacaueira (AMURC), Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), Câmara de dirigentes Lojistas (CDL de Itabuna), Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista do Município Itabuna (SINDICOM), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Câmara Municipal de Vereadores de Itabuna, Diretoria do Shopping Jequitibá, Prefeitura Municipal de Itabuna, Secretaria de Saúde de Itabuna e Secretaria de Transporte e Trânsito (Sesttran).

Nota de pesar - Almir Melo

NOTA DE PESAR

É com profundo pesar que a Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc) recebeu a notícia de falecimento do ex-prefeito de Cananvieiras, Almir Melo, ocorrido neste domingo, 28.

Com 50 anos de história na vida pública, Almir atuou no comando do Poder Executivo por quatro mandatos, período em foi eleito Presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e, em seguida, participou de decisões da diretoria executiva da Amurc, na região.

Com passagens pelos governos, Estadual e Federal, Almir deixa um grande legado na política do Sul da Bahia.

O momento é de grande tristeza e comoção para toda a sociedade de Canavieiras. Rogamos a Deus que conforte a população, os familiares e os amigos por esta perda irreparável.

prefeitodecanavieiras.jpeg

Nota de Pesar - Félix Mendonça

A Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc) e o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul lamentam profundamente o falecimento de Félix Mendonça, nesta sexta-feira, 26, por conta do Novo Coronavírus. Na administração pública atuou como prefeito de Itabuna (1963-1966), deputado federal (1983-2011) e estadual (1967-1971).

Nesse momento de grande tristeza para a sociedade de Itabuna e região, rogamos a Deus que conforte a família e os amigos por esta perda inestimável e renove a esperança de todos para o fim dessa pandemia mundial.

luto202.jpg

Representantes de instituições parceiras ligadas ao comércio, ao município e as universidades, estadual e federal do Sul da Bahia estiveram reunidas por videoconferência nesta quinta-feira, 25 de junho, para tratar do Plano de Contingência COVID-19, em paralelo ao Plano e os Protocolos para a Reabertura do Comércio, Indústria e Serviços de Itabuna.

Reunião das entidades sobre o plano de reabertura do comércio.jpg
Reunião das entidades sobre o plano de reabertura do comércio

Participaram da reunião, representantes das seguintes instituições: Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Associação dos Municípios da Região Cacaueira (AMURC), Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), Câmara de dirigentes Lojistas (CDL de Itabuna), Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista do Município Itabuna (SINDICOM), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Diretoria do Shopping Jequitibá e Secretaria de Saúde de Itabuna.

O encontro teve como finalidade convergir propostas e ações, que consigne no consorciamento do Plano de Contingência COVID-19 com o Plano e Protocolos de Reabertura do Comércio, Indústria e Serviços. As tratativas estão sendo trabalhadas no sentido de apresentar recomendações de caráter científico que melhor se molde à realidade pandêmica de Itabuna, que resulte no cuidado com a vida e com a economia.

As recomendações serão apresentadas nesta segunda-feira, dia 29/06/2020, às instituições acima mencionadas para contribuição e melhoria, e, posterior apresentação ao chefe do Executivo, Secretaria de Saúde do Estado da Bahia e ao Ministério Público, objetivando definir deliberações de responsabilidades das partes envolvidas.

No cenário atual, reforçamos a necessidade do distanciamento social para todos e isolamento para aqueles que testaram positivo. Estamos trabalhando para ampliar a comunicação com a sociedade itabunense, para que a mesma possa melhor compreender a ocorrência da doença na nossa cidade, bem como os papéis e responsabilidades no processo de enfrentamento da COVID-19.

A Secretaria da Educação do Estado divulgou, nesta terça-feira (23), o calendário de aplicação dos testes do Coronavírus (Covid-19) nas escolas estaduais dos municípios de Ipiaú, Itajuípe e Uruçuca. A testagem começa na quinta-feira (25) e a estratégia foi dividir grupos por ordem alfabética para evitar aglomerações. Também será feita a busca ativa de estudantes na zona rural. Devem ser atendidas 4.663 pessoas, sendo 4.306 estudantes e 357 funcionários e professores. 
 
Calendario.jpg
 
O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou sobre a preparação das escolas. “Todos os protocolos de segurança estão sendo seguidos como, por exemplo, o uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) pelas equipes que irão trabalhar e de máscara faciais por parte dos estudantes, professores e funcionários que irão fazer o teste. Estamos, desde sábado, elaborando a estratégia com a parceria da Saúde do Estado (Sesab), das prefeituras, das secretarias municipais, dos gestores escolares e dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE), para atendermos a nossa comunidade escolar da melhor maneira possível e com toda a segurança necessária”, afirmou, ao citar uma possível parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc),  neste processo.
 
De acordo com a programação (veja tabela anexa), as aplicações serão nas seguintes unidades de ensino da rede estadual: Colégio Estadual de Ipiaú, Complexo Integrado de Educação, além do Centro de Apoio Pedagógico (CAP), em Ipiaú; nos Colégios Estaduais Antônio Eduardo Ribeiro e de Serra Grande (distrito de Serra Grande), em Uruçuca; e em Itajuípe, no Colégio Polivalente, onde também será atendida a comunidade escolar do Colégio Estadual Luiz Viana. Além disto, haverá busca ativa na zona rural dos municípios, como por exemplo Córrego das Pedras, em Ipiaú.
 
A secretária municipal de Saúde de Ipiaú, Laryssa Dias, destacou a importância da testagem para a prevenção ao Coronavírus. "Nós acreditamos na aplicação dos testes como uma forma eficaz de combater a Covid-19. Já realizamos esta ação em mais de 10% da população e, agora, com a parceria do Estado, vamos focar nos estudantes, visando o retorno às aulas de forma mais segura", afirmou. O secretário de Saúde de Itajuípe, Renato Ramos, falou da mobilização dos profissionais. "Começamos a organização com profissionais do município juntamente com os do Estado, para mobilizarmos os estudantes das escolas de forma a realizarmos esta testagem em massa”. Já a secretária de Saúde de Uruçuca, Patrícia Argolo, enfatizou a importância da parceria com o Estado. "Com esta ação de testar os estudantes da rede estadual teremos a chance de expandir massivamente nosso monitoramento e o mapeamento da COVID-19 em nosso município". 
 
Segundo a coordenadora do Núcleo Regional de Saúde Sul, Domilene Costa, a preparação está sendo feita para atender a todos com segurança. "Realizamos reuniões e visitas técnicas com a participação das coordenadoras dos NTE, diretores escolares, secretários municipais de saúde e as equipe técnicas para avaliarmos os espaços que deverão atender os estudantes, professores e funcionários. Planejamos o número de atendimentos de acordo com o tamanho do local para dividirmos a sala e evitarmos aglomeração", contou. 
 
A coordenadora do Núcleo Territorial Médio Rio de Contas (NTE 22), Thaisa Pereira, onde fica localizado o município de Ipiaú, destacou os cuidados na preparação da escola. "As equipes de Saúde e Educação estão trabalhando em conjunto para acolher a comunidade escolar nestes dias de testagem. O uso de máscaras, álcool gel e o distanciamento estão entre os procedimentos que serão realizados na testagem", disse. Já a coordenadora do NTE Litoral Sul (NTE 05), em Itabuna, Leninha Vila Nova, que engloba os municípios de Itajuípe e Uruçuca, falou do cuidado com a comunidade escolar. "Estamos lidando com vidas e, para nós, esta é a prioridade neste momento com a testagem, preservar a saúde da comunidade escolar", afirmou.

O uso obrigatório e correto de máscaras agora é lei em Itacaré e o infrator poderá pagar multa e estar ainda sujeito às sanções previstas no Código Penal Brasileiro. O prefeito Antônio de Anízio publicou o decreto que regulamenta a Lei n. 362, de 17 de junho de 2020, aprovada pela Câmara de Vereadores, que dispõe sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção para circulação em locais públicos, durante as medidas para enfrentamento da emergência epidemia do coronavírus. A medida tem como objetivo garantir a saúde da população e regularizar a situação para que Itacaré volte o mais rápido possível à normalidade, com segurança e sem oferecer riscos para a população.

Peça 7.jpg

De acordo com a lei, a obrigatoriedade do uso de máscara abrange também o deslocamento em veículos, não se aplicando quando o condutor for o único ocupante. O descumprimento ensejará na aplicação de advertência e/ou multa de R$ 100,00 por pessoa sem máscara, sem prejuízo da apuração de ilícitos criminais eventualmente praticados pelas pessoas físicas decorrente de infração à medida sanitária conforme o artigo 268 do Código Penal, e desobediência, previsto no artigo 330 do Código Penal.

Os estabelecimentos públicos e privados que estiverem em funcionamento no município de Itacaré devem exigir o uso de máscaras por seus funcionários, colaboradores e clientes para acesso às suas dependências. O descumprimento da lei, nesse caso, importará na aplicação de advertência e/ou multa, cujo valor será de R$ 500,00 por cada funcionário ou colaborador ou prestador de serviço e cliente sem máscaras, sem prejuízo da apuração de ilícitos criminais eventualmente praticados pelos representantes legais da pessoa jurídica e, ainda, a interdição da atividade, bem como o cancelamento do alvará de licença para funcionamento do estabelecimento.

 A lei determina ainda que os estabelecimentos públicos e privados em funcionamento em Itacaré devem fornecer, gratuitamente, máscaras aos seus funcionários, servidores e colaboradores, enquanto perdurar a pandemia da Covid-19. O agente de fiscalização aplicará a sanção de advertência, correspondente a uma admoestação, por escrito, ao infrator, indicando as providências cabíveis para adequação da sua conduta às medidas determinadas para contenção e enfrentamento da pandemia de Coronavírus, devendo este cessar de imediato a conduta ilícita.

Vale ressaltar que a advertência só será aplicável nas situações em que o infrator demonstrar boa vontade em adotar as providências indicadas pelos agentes de fiscalização municipal. Aplicada a sanção administrativa de multa, o infrator terá até 24 horas para adequar a sua atividade às medidas urgentes determinadas pelo agente de fiscalização municipal, sob pena de interdição de sua atividade. A reiteração da conduta ilícita após a penalidade de interdição da atividade do infrator ensejará o cancelamento do alvará de licença para funcionamento do estabelecimento.

No caso de desobediência a e reiteração da conduta ilícita por infrator pessoa física que não exerça atividade comercial, a multa será duplicada a cada autuação realizada. Os valores arrecadados com as multas estipuladas nesta Lei serão destinados ao Fundo Municipal de Saúde e aplicados no combate a pandemia do Covid-19.

Peça 1.jpg

AMURC
Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia

(73) 3613-5114
Rua Almirante Tamandaré, 405 - Duque de Caxias
Itabuna - BA, 45600-741 

© Copyright 2018 AMURC  | Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: logo oxente n