Entidades debatem ações para a educação regional

Prefeito_de_Jussari__Secretário_da_Amurc_e_CDS_representantes_do_Instituto_Natura_e_o_Pró-reitor_de_Extensão_da_Uesc_Alessandro_Santana.jpeg

Representantes da Amurc, Uesc, do Instituto Natura e dos Consórcios Litoral Sul e da Mata Atlântica, estiveram reunidos nesta segunda-feira, 10, na sede da Amurc para discutir ações voltadas a educação nos municípios da região. A proposta é institucionalizar as Câmaras Temáticas de Educação, existentes nos consórcios, visando desenvolver um Plano de Ações para a Educação Regional.

O coordenador da Rede de Apoio a Educação – RAE, André Lopes declarou que as ações serão implementadas no âmbito das Câmaras Técnicas do Território de abrangência de cada Consórcio. “Nós estamos levando a proposta às Câmaras Temáticas dos Consórcios, com o objetivo de criar uma rotina de encontros com os secretários municipais de educação”.

A iniciativa é desenvolvida a partir do Fórum de Secretários de Educação - Forsec, e de acordo com o secretário executivo da Amurc e do CDS-LS, Luciano Veiga, vem reforçar a política da Associação, que destaca no seu novo regimento, a recepção de todos os consórcios dentro do seu Território de Identidade e o apoio nas diversas áreas, com o objetivo maior de fortalecer os consórcios.

Para o presidente da Amurc e do Consórcio Litoral Sul, Antônio de Anízio, esse é um momento muito importante, pois retrata o papel da Associação como articuladora institucional, com a parceria dos consórcios na execução de políticas públicas. “A união destes através da Associação dará o empoderamento político necessário para que tenhamos força de sensibilizar os governos do Estado e Federal para o atendimento às demandas que tanto aflige a nossa região, a começar pela melhoria da educação”.

De acordo com o prefeito de Jussari e vice-presidente do Cima, Antonio Valete, a iniciativa “vai permitir aos profissionais de educação uma qualificação adequada e voltada para a melhoria do Ideb na região”. Além disso, os colaboradores terão a oportunidade de eleger demandas específicas para serem atendidas pelas câmaras temáticas.