Projeto Escolas Culturais e Jorge Amado foram destaques no FAEG de São José da Vitória

O projeto itinerante promove cidadania cultural e beneficia dez municípios do Território Litoral Sul da Bahia, até dezembro de 2017.

Realizado na data do aniversário de nascimento de Jorge Amado (10 de agosto), o projeto itinerante do Fórum de Agentes, Gestores e Empreendedores Culturais do Território Litoral Sul da Bahia – FAEG-Sul – homenageou o escritor, em São José da Vitória. A iniciativa foi da proponente do projeto, atriz e mestre de cerimônia, Eva Lima, que abriu a programação com o texto “Canção para Acordar Jorge Amado”, de Heribaldo de Assis.

Durante todo o dia, artistas, autoridades municipais, professores, estudantes e gestores culturais participaram das atividades realizadas no Colégio Estadual 13 de Junho, entre elas as intervenções artísticas do Ballet do Serviço de Convivência de São José da Vitória e Grupo de Dança Bel Castro. A programação incluiu oficina sobre Patrimônio Cultural, ministrada por Maria Helena Tavares e Maria Áurea de Souza e roda de conversa sobre Cidadania Cultural, mediada por Lula Dantas. Os três são membros do FAEG-Sul e ocupam espaços importantes na gestão cultural do Território Litoral Sul. O presidente do fórum, Victor de Aziz, apresentou as ações, avanços e projetos do colegiado nos últimos anos.

Representando a Secretaria de Cultura da Bahia (Secult), a assessora do gabinete da Superintendência de Desenvolvimento Cultural (Sudecult), Daniele Freire, falou sobre os projetos Municípios Culturais e Escolas Culturais. “A adesão ao Municípios Culturais no Território Litoral Sul já é de 96%”, enfatizou. Também adiantou que as atividades das Escolas Culturais começam na segunda quinzena de agosto nas 85 cidades escolhidas para sediar o projeto. Presente também o coordenador da Rede Estadual dos Pontos de Cultura da Secult, Ilton Cândido.

A cidade anfitriã foi representada pelos secretários municipais Sérgio Alex Reis (Educação), Cileane Leal (Assistência Social), José Robson (Governo), Joel Dantas (Agricultura) e Epaminondas Reis (Administração); diretor de Cultura, Isaac Xavier e diretor do Colégio 13 de Junho, Tiago Santos Viana. Presentes também os vereadores José Nunes, presidente da Câmara Municipal e Gabriel Alves; psicóloga do CRAS, Roseane Sá; yalorixá D. Nira, do Terreiro Ilê Odum Xeroquê Ilajá; presidente do Conselho Municipal de Educação, Jaimilton Viana e a professora Lidiane Freitas, agente cultural das áreas de cultura popular e afrodescendente. Presentes também gestores culturais e artistas de Itabuna, Ilhéus, Buerarema, Itajuípe, Maraú, Canavieiras, Salvador e São José da Vitória.

O FAEG-Sul Itinerante já passou por Itapé, Santa Luzia, Itapitanga, Mascote, Almadina e São José da Vitória e segue para Maraú (14 de setembro), Pau Brasil (19 de outubro), Jussari (9 de novembro) e Itaju do Colônia (14 de dezembro). Conta com apoio financeiro do Governo do Estado (Edital Nº 24/Territórios Culturais), por meio do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria da Cultura da Bahia e parceria da Prefeitura Municipal de São José da Vitória, Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc) e Pró-Reitoria de Extensão da Universidade de Santa Cruz (Proex/Uesc).