Consórcios articulam ações para o desenvolvimento sustentável

Wellington_Santos_secretário_executivo_da_Fecbahia_Luciano_Veiga_Consórcio_Litoral_Sul_e_Valdiran_Marques_secretário_executivo_do_Condesc.jpeg

Com o objetivo de construir uma agenda de atividades regionais em comum, o secretário executivo do Consórcio Litoral Sul, Luciano Veiga e da Costa do Descobrimento, Valdiran Marques estiveram reunidos essa semana, em Eunápolis, com o representante da Federação dos Consórcios Públicos da Bahia – Fecbahia, Wellington Santos. Na reunião foram articuladas ações estruturantes para investimentos na agricultura familiar e recuperação de estradas de pavimentação asfáltica e vicinais.

Uma das propostas, segundo Luciano, visa a construção de centros de comercialização com produtos da agricultura familiar ao longo da BR 101, nos municípios de Itabuna, Camacan, Eunápolis e Teixeira de Freitas. Outra ideia visa criar um Sistema Agroflorestal (SAF), consorciado com o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), além de projetos voltados para o cultivo de hortaliças, consorciados com a criação de pequenos animais.

“Somado a isso, discutimos a necessidade de criar uma rede de infraestrutura de engenharia, voltada para a manutenção e conservação das BAs e estradas vicinais no território dos municípios consorciados”, acrescentou o representante do Território Litoral Sul, que segundo ele, vai permitir o melhor escoamento da produção e trânsito da população.

Como encaminhamento, os representantes dos consórcios intermunicipais destacaram a necessidade de fazer um chamamento a todos os consórcios e associações do território Litoral Sul e Extremo Sul da Bahia. A expectativa é reunir os gestores municipais e os respectivos deputados estaduais e federais, para apresentação das propostas, com o intuito de buscar apoio político para a concretização.

Fomento

 

Ainda essa semana, a agente de desenvolvimento do Banco do Nordeste, Vandelucia Alexandre Cordeiro esteve reunida com o secretário executivo do Consórcio Litoral Sul e apresentou a proposta de investimento do Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter) para a agricultura familiar. A ideia é permitir o acesso a financiamentos, com o objetivo de promover a sustentabilidade econômica e ambiental das propriedades rurais.